Meu carrinho

Fechar

Guia para entender a tendência Kidcore

Escrito por Maria Gedeon

• 

Postado em 25 janeiro 2021

Deixamos 2020 para trás, entretanto, diariamente somos bombardeados em nossas redes sociais por diferentes temas e tendências que ganharam seu espaço em nossas vidas no ano da pandemia. Um divisor de águas que abriu um extenso leque para novas possibilidades, interferindo na maneira como nos comportamos, comunicamos, vestimos, entre outros.

Dentro deste tema, podemos observar a mudança na forma de apresentar as ideias e posicionamentos, principalmente nos feeds, onde, por exemplo, a geração Z disseminou cores, diversão e um sentimento forte de nostalgia. Trata-se da nova trend, o movimento Kidcore.  

Neste blog, vamos explorar essa onda nostálgica que vem conquistando cada vez mais espaço, que ao trazer referências infantis, assim como um sentimento de alegria, nos transporta para uma sinestesia de emoções, marcado pela simplicidade e imaginação.

REVIVAL DOS ANOS 90 E 2000

No último ano, observamos diferentes elementos vibrantes e nostálgicos, voltarem com força, seja em referências nos videoclipes, ou em alguns elementos apresentados nas Semanas de Moda nacionais e internacionais. Os anos de 1990 e 2000 promoveram um verdadeiro revival! 

Logo, devido aos longos períodos de isolamento, nos encontramos fazendo grandes reflexões e para muitos, por meio das memórias, de tempos caracterizados pela inocência, onde encontramos um refúgio natural. A Revista Elle ainda destaca:

Basta se teletransportar mentalmente, por alguns minutos, para perceber que resgatar a pureza e inocência do tempo em que se cresceu é confortável, uma espécie de escape da barbárie contemporânea e a representação de uma vontade de que, ao menos imageticamente, a felicidade esteja por perto”.

Com isso, foi questão de tempo para que o Kidcore conquistasse seu espaço, muito além de colares coloridos de amizade e minissaias. Músicas e até mesmo séries que marcaram as duas principais décadas, conquistaram seu lugar nas redes sociais, principalmente pela confirmação de um retorno, para explorar como seria a vida desses personagens nos dias atuais.


(imagem: Pinterest) 

Um exemplo disso, é a série iCarly, que bombou entre 2007 e 2012 e Friends (1994-2004), que tem uma enorme responsabilidade graças ao apego dos fãs. 

Com isso, fica mais fácil compreender que mais do que reviver 2 décadas, esse movimento nos convida a explorar a saudade, de períodos menos complexos, em que, para muitos a maior preocupação era terminar a tarefa da escola a tempo de assistir um novo episódio na TV. 

INFLUÊNCIA DO TIKTOK

Com a influência dos anos 90 e 2000, a geração Z ajudou a popularizar essa trend no TikTok - plataforma focada exclusivamente em vídeos -. Cores vibrantes, estampas fofas e referências de personagens de desenhos animados, ganham mais importância e contribuem muito para disseminar o lifestyle nostálgico. 

(imagem: reprodução do youtube) 

Os tiktokers, como são conhecidos, criam vídeos inspiracionais, com uma seleção criteriosa de suas fotos favoritas, que fogem da estética perfeitamente produzida, como ficamos acostumados a ver nas redes nos últimos anos.

Não deixam de lado os tutoriais de maquiagem com muito brilho, adesivos, dicas de looks e até ensinam como colocar miçangas no cabelo. Para finalizar, a trilha sonora, embalada por músicas de Doja Cat, rapper que estourou com seus singles em 2020. Com uma personalidade autêntica, a cantora tem um estilo que tem tudo haver com o Kidcore.


(Doja Cat, imagem: pinterest) 

E claro, quando pensamos nessa tendência, não tem como deixar de lado o estilo autoral de um dos integrantes da banda de K-Pop (Korean Pop), BTS, J-Hope. Segundo a Revista Elle, o artista:

“...Sempre usando tricôs coloridos e publicando fotos preenchidas por emojis, o artista de 26 anos passou a ser um dos grandes nomes da estética aqui desvendada, mas os seus fãs que se identificam com o visual e passaram a reproduzi-lo decidiram criar um nome próprio em homenagem à positividade de Jung e, assim, nasceu o Hobicore, mais uma tendência viral das mídias sociais”.

 
(imagens: Instagram)

Se antes o minimalismo clean tinha seu espaço garantido no mundo da moda, decoração e beleza, o Kidcore é a tendência que representa totalmente o oposto disso, e vem roubando a cena. 

COMO INVESTIR NO KIDCORE

Se você leu o blog até aqui, já identificou as principais referências da trend, então deve estar se perguntando como aderir no seu dia a dia, mesmo em diferentes proporções. 

Embora o estilo seja marcado pelo excesso, existem sim maneiras de você agregar mais do smiley face, yin-yang, ursinhos ou qualquer outro elemento considerável ultra fofo!   

Confira algumas possibilidades que você pode explorar. 

  • Unhas

Aposte no Nail Art, com adesivos de desenhos como arco-íris, brilho, raios e confetes coloridos.  

 
(imagens: pinterest) 

Segundo o portal Steal the Look, foi exatamente com as unhas decoradas que a tendência açucarada começou a chamar atenção das celebridades que hoje são adeptas. O importante é encontrar elementos que traduzam essa alegria contagiante, algo que faça sentido pra você e te inspire a encarar os dias com mais disposição e simplicidade - aquele dos tempos nostálgicos que já mencionamos -. 

  • Maquiagem 

Se antes o minimalismo predominava até mesmo com relação a maquiagem, com direito a peles mais básicas, com tons mais suaves que quase se aproximavam do tom da pele, com o Kidcore isso muda totalmente. 

 (imagens: pinterest.com) 

Essa tendência veio para mostrar que devemos e podemos explorar mais as makes mais artísticas, com cores como rosa, vermelho, azul, verde e todas as outras que você quiser. Você pode começar, por exemplo, com um delineado gatinho colorido e gradualmente ir incorporando mais brilho e tonalidades! 

 (imagens: revistaglamour.globo.com) 

A mesma dica vale para os cabelos coloridos, que também tem seu espaço garantido! Se mudar totalmente a cor dos fios é demais, considere mechas coloridas e acessórios de cabelo, como as presilhas com estampas e tonalidades divertidas. 

  • Roupas 

Quando o assunto são as roupas e acessórios, a proposta divertida contagia ainda mais, com looks com uma cartela de cores energéticas, que vibram como um lindo dia de sol de verão! 

Explore a oportunidade de revisitar peças que provavelmente já tinham ficado esquecidas, como as jardineiras, prints de personagens marcantes de desenhos animados, séries e filmes, crochês coloridos e muitas estampas em xadrez

  
(imagens: pinterest.com) 

Acessórios com pingentes e estampas de frutas, flores, símbolos yin-yang, smiley face, ursinhos ou qualquer outro elemento considerável fofo já faz parte dessa febre - e você provavelmente já desejou usar algumas delas mesmo sem saber, certo? 

Acessórios com cara de feitos em casa, super originais, com miçangas coloridas, ou as famosas correntes, não podem faltar! O interessante é trazer até mesmo nos detalhes algo que nos transporte para o mundo animado e divertido das décadas de 90 e 2000. 

 (imagens: revistaglamour.globo.com e pinterest.com) 

Não deixe de usar e abusar da criatividade, aposte em volume, com peças e acessórios divertidos, que você usava quando tinha 10 anos e nunca imaginou que voltaria a considerar. Comece aos poucos, com o que te deixa mais confortável e principalmente, se sentindo bem consigo mesma (o).

O essencial é se jogar no que te remete a felicidade de uma época mais descontraída

E então, gostou do tema desta semana? Conseguiu fazer uma mini viagem no tempo de quando você era criança? A gente espera que sim! 

Na verdade, o que mais gostamos ao explorar as tendências é entender a maneira como elas têm esse caráter flexível, de estarem indo e voltando quando menos esperamos. Além de nos ajudarem a compreender melhor o papel importante que a moda tem ao nos ajudar a contextualizar uma época.

Aqui na EMIGÊ.it adoramos a maneira que as roupas nos ajudam a refletir nossa personalidade, estilo e o que estamos vivendo! Logo, entendemos que é em brechós e bazares, que encontramos garimpos super originais, que além de valorizarem nossas individualidades como seres humanos, ainda contribuem para o meio ambiente. 

Essa é a mensagem que queremos propagar aqui.

Nós somos o que vestimos. Que mudança você está vestindo para o planeta?

comentários

0 comentários

Deixe um comentário
×
Bem Vinda =)