Meu carrinho

Fechar

Tendências de Outono-Inverno 21

Escrito por Maria Gedeon

• 

Postado em 22 março 2021

Nas últimas semanas, tivemos o fim da temporada de desfiles de Outono-Inverno 21. Uma maratona que esbanjou a criatividade e inspiração de diversas marcas que se apresentaram entre Nova York, Milão e Paris. 

Os desfiles foram majoritariamente no formato virtual, muito devido à Covid-19. Embora digitalmente, o impacto sobre as peças não foi sentido, na verdade ajudou a mostrar que as semanas de moda realmente estão sempre se adaptando à realidade do presente.

É dentro deste horizonte que criamos um compilado com os principais pontos de atenção, para quem não quer perder tempo na hora de aderir às novas  trends. 


Cores e estampas 

Se tem uma coisa que a temporada de desfiles internacionais nos mostrou é que a sobriedade na paleta de cores tem espaço garantido. 

Um reflexo natural, levando em consideração que no atual momento acabamos buscando refúgio no que nos traz alívio, estabilidade, leveza e ao mesmo tempo nos conforta pela funcionalidade! Ainda sobre esse ponto, especialistas do Pantone Color Institute, apontam:

Oferecendo uma narrativa rica, a paleta de cores para o Outono/Inverno 2020/2021 destaca nosso desejo por cores versáteis e atemporais. Refletindo uma mentalidade ‘menos é mais’ que está se tornando cada vez mais importante para os consumidores que priorizam valor e funcionalidade, nossa paleta de cores é despojada, sem excessos”. 


(Chloé, Chanel, Valentino- ffw.uol.com.br) 

 

Dentro deste olhar, os desfiles internacionais deram destaque a cores como, cinza,verde, branco e preto, além de tonalidades mais leves como o lilás, que reflete um certo otimismo das marcas. 

Algo esperado, segundo o portal FFW , se levarmos em consideração que as coleções apresentadas só chegaram às vitrines a partir de setembro. O que até lá, provavelmente já deve ter alavancado a vacinação em alguns países. 

Outro ponto de atenção são as estampas, que desde o Pre-Fall , já vinha consolidando seu espaço com as mais fashionistas, e agora se tornam indispensáveis. 


(Miu Miu, Marc Jacobs e  Moschino - ffw.uol.com.br) 


Então chegou a hora de abusar do xadrez, listras e estampas com formas orgânicas como a famosa “zebrinha”. O bacana é que você provavelmente já deve ter alguma dessas prints no seu guarda-roupa, o que torna mais fácil inserir no look

Essa é uma das principais vantagens do "resgate" feito por diversas marcas, que nos prova que a atemporalidade de shapes e estampas, nos remete diretamente a um local de pertencimento, algo que já vivemos e passamos, para ajudar a enfrentar os novos desafios do amanhã através da moda. 

Sobreposição 

Outro destaque que prevaleceu ao longo de vários desfiles é a sobreposição, um dos truques de styling mais usados na temporada de outono-inverno 21 que quanto mais melhor, segundo a Revista Glamour. A ideia é criar camadas de roupas, com leggings, calças, podendo até sobrepor com vestidos, tops longos, camisetas, segunda pele, entre outros! 


(Versace, Louis Vuitton, Prada - ffw.uol.com.br) 

Além de uma dose extra de conforto - afinal é quase impossível não se sentir acolhido com várias roupas sobrepostas -, ainda é uma ótima pedida para explorar a criatividade na hora de se vestir.  

Aconchego 

Se existe algo mais falado nas semanas de moda internacionais do que o conforto, desconhecemos! Isso acontece essencialmente graças a uma série de transformações que foram impostas na vida de todos devido ao coronavírus. 

Uma das maneiras de continuar traduzindo esse conforto vem de uma tendência que  segundo o FFW tem sua força desde 2020, o tricô que também chamou atenção para outras técnicas artesanais. 


(Fendi, Kiko Kostadinov e Acne  - ffw.uol.com.br) 

É com suas tramas e pontos, que o tricô e o crochê, por exemplo,  ganham modelagens das mais leves às mais robustas, para todas as intensidades de frio de Norte a Sul. Tudo isso em uma paleta de cores mais enxuta, o que também torna mais fácil de combinar.

Para complementar o mood comfy com estilo, que estão garantidos para as temporadas de outono-inverno 21, os coletes, aqueles do vovô que timidamente apareceram nos desfiles para a temporada do ano passado, nesse momento surgem como peça chave.


(Ph5 e Louis Vuitton - Vogue.com)

 E o melhor é a versatilidade, já que pode e deve ser usado por cima da blusa, do vestido ou do que você quiser. O foco é sempre ter mais praticidade na hora de criar seus looks, seja para trabalhar em casa ou nos momentos que você está na rua. 

Uma dose de glamour 

Se depender de algumas marcas, o otimismo e a esperança estão garantidos! Isso porque vários estilistas trouxeram em algum momento da coleção, peças com muito brilho e glamour! Ideal para pensar em usar quando o isolamento social realmente acabar. 

Além de franjas - uma referência direta ao início da década de 20, quando a Europa comemorava o fim da 1ª Guerra Mundial, libertando os movimentos por meio da arte, música e moda -, paetês, plumas e aplicação em pedrarias em peças com detalhes super trabalhados.


(Balmain, Paco Rabanne e Hermès  - ffw.uol.com.br) 

Para aderir, aposte nos tecidos vinílicos, cristais e nas texturas com brilho, que além de darem um up em qualquer produção, são perfeitos para inspirar em nós mesmos o desejo de dias melhores que estão por vir. 

Cool e alinhado

Para ficar elegante e pronta para qualquer eventualidade, a alfaiataria ganha mais uma vez seu espaço nas coleções! O visual “do escritório”, como a Revista Glamour define, nunca foi tão cool

Com shapes retos e super refinado, os blazers cropped, capuz, a volta do comprimento mini e calças com bolsos, apareceram em diversas marcas. A ideia é mostrar que o look do trabalho pode se manter fresh, novo e super versátil!


(Givenchy, Chanel e Dior - ffw.uol.com.br) 

Para aderir, aposte em peças chave da alfaiataria, como os blazer, calça reta com um tecido estruturado que valoriza a sua silhueta, além das cores. Se você for mais fashionista, outra ideia bacana é combinar a elegância da alfaiataria com uma bota de destaque, ou mesmo uma sandália com salto fino. 

Conjuntos 

Para encerrar, os conjuntos apresentados na temporada também chamaram bastante atenção. Além de facilitarem a escolha na hora de se vestir, tornou- se uma espécie de uniforme durante 2020, nos primeiros meses de isolamento. 


(Schiaparelli, Proenza Schouler e Fendi - ffw.uol.com.br) 

Para o outono-inverno de 2021, ganharam uma repaginada, com propostas em couro falso, com tecidos acetinados e tricô, perfeitos para entrar em qualquer rotina. 

Veja na moda uma oportunidade para refletir sua melhor versão 

Gostou do tema desta semana? A gente espera que as dicas te inspirem a revistar suas peças para se preparar para a chegada das baixas temperaturas! 

E claro, sempre que for considerar adquirir uma nova peça, que tal garimpar em brechós e bazares como a EMIGÊ.it? Onde você sempre encontra peças impecáveis, super originais e dentro das tendências de cada estação. 

De bônus, você ainda ajuda a movimentar a economia circular e ainda causa menos impacto no meio ambiente. 

Essa é a mensagem que queremos propagar aqui na EMIGÊ.it 

Nós somos o que vestimos. Que mudança você está vestindo para o planeta?

comentários

0 comentários

Deixe um comentário
×
Bem Vinda =)